SE


Me criei num cativeiro,

meu amor oprime, meu ódio é serviu.

quando me rebelo não faço mais que lamentar,

apenas palavras me brotam audaciosas

as açoes , não.

Ai que ânsia de romper correntes


que me atêm a este espaço !

me gurado , aguardo , me afrouxo e pasmo !

 

Delurdes Moraes

 


Voltar ao Meus Poemas/texto


Voltar à página inicial