O Sol e Eu

Texto e locução/Delurdes Moraes

 

A árvore no chão.....
espelho.
Hoje pela manhã eu estava
do lado de cá
mas à tarde ,
passei-me para o lado de lá.
Eu não, minha sombra.

Por um momento pareceu-me
que eu sumia.
Sim, eu vi , que não me via ,
bem no meio do dia.
Mas eu
estava aqui !

Tá bom eu confesso.

Quanto mais escura a noite
mais eu gosto de aqui ficar...
assustando o pé transeuntes.

Ah.....Como eu gosto
de ser , uma lagoinha na calçada !!!

Quando é lua cheia , o tolo pensa pisar a lua ,
mas qual....pisa a molhada rua.


Mas como tudo que é bom tem seu fim

Já... já virá o dia
e minha alegria terá fim.
Lá vem o sol fortíssimo
que dará cabo de mim.



Delurdes Moraes


 

Direitos autorais registrados®

Voltar à página inicial

Voltar ao menu "Meus Poemas/Áudio"