Os meninos

Mágoa, fúria ,
lágrima contida.
Por pouco , viver
o contrário da vida.

Estranha rotina .

Por muitos anos,
décadas até ,
inocência equivocada ,
mentiras adultas ,
vida manchada .

Confundem os meninos
prole rejeitada.

Pesada dívida,
gratidão obrigatória
escolha , nenhuma!

Sorte , silêncios , vitórias .


O tempo passa .
A dor passa .
A vida passa.
O abandono, não .

Delurdes Moraes

 

Voltar ao menu de poemas

Voltar à página inicial