Ele Quis

TEXTO E LOCUÇÃO/DELURDES MORAES

 

Ele quis que você quisesse
muito mais que uns poucos afagos
mas vocênão queria.

Ele quis a noite o dia
uma infância tardia
uma vida apagada
mas você avivadamente , vivia.

Nos anos que se passaram
vencidos os ritos
apagadas as mágoas
fechados os tratos
os fatos, de fato
você não via.

De tantas dores contidas
cravadas nas tuas memórias
restaram somente as tardinhas
tingindo o céu de laranja.
O coração feito esponja
de medo amarelou
avermelhou o bordel
anoiteceu o azul.

Ele não queria e você chovia.
Tempestades à tardinha
dentro de sua alma revolta
inundavam a calma
afogavam a noite
ilhando seu eu escondido.
então você de alma aberta
e com a diciplina de um atleta
deu a vida um sentido
tornou-se Poeta.


Delurdes Moraes

 



Direitos autorais registrados®

Voltar à página inicial

Voltar ao Menu Meus poemas/áudio